oxido nitroso.jpg

Óxido Nitroso (N2O)

Sinônimos: Monóxido Dinitrogênio, Óxido de Nitrogênio, Anidrido Hiponitroso, Gás Hilariante.

Especificações técnicas:

Nº ONU: 1070

oxido nitroso tabela.jpg

Dados Técnicos do Produto

Propriedades:

Gás liquefeito oxidante, sob pressão. Acelera vigorosamente a combustão. Pode causar: sufocamento rápido, efeitos anestésicos, vertigem e sonolência, danos no sistema nervoso e células sanguíneas e queimaduras por congelamento.

Peso molecular: 44,0128 g/mol

Densidade Relativa: 1,5297 a 21 °C (ar=1)

Temperatura crítica: 36,5 °C

Pressão Crítica: 74,10 kgf/cm2 abs.

Ponto de Ebulição, a 1 atm: -88,5 °C (-127,4° F)

Ponto de Congelamento, a 1 atm: -90,8 °C (-131,5 °F)

Volume específico: 0,54 m3/kg

Massa Específica a 21ºC (70ºF) e 1 atm: 1,947 kg/m3

Porcentagem de matéria volátil: 100

Solubilidade em água a 20 °C (68 °F) e 1 atm: 0,68

Características:

Risco principal: mantém a combustão quando adequadamente ativado.

Toxidez: não tóxico.

Potencial de inflamabilidade: não inflamável, porém mantém a combustão.

Odor: levemente doce.

Efeitos:

• Afeta a camada de ozônio.

• Asfixiante;

• Não carcinogênico;

• Oxidante;

• Efeito anestésico.

 Exposições e primeiros-socorros

Características de risco

Se o indivíduo ficar exposto a baixas concentrações do produto, poderá apresentar excitação, vertigem, sonolência, narcrose e falta de coordenação. Se as concentrações de exposição atingirem mais que 50%, o indivíduo estará sob o efeito de anestesia clínica. Se as concentrações passarem de 75%, podem causar asfixia e morte pela falta do oxigênio. Se o indivíduo se submeter a repetidas exposições, isso poderá causar danos metabólicos ao sistema nervoso, podendo provocar sintomas como dormência, formigamento das mãos e pernas, pouca estabilidade, perda do tato nos dedos e fraqueza muscular.

O óxido nitroso desloca o oxigênio do ar, que está em sua concentração no ar atmosférico de 20,95%. O aumento da concentração do Hélio em um ambiente, provoca a queda da concentração de oxigênio. Se essa queda chegar a 16% ou menos, pode causar distúrbios da coordenação motora e acelerar o pulso e a frequência respiratória. Ao chegar a 14% o indivíduo sente-se cansado, com dificuldade para respirar e tontura. Com 10% sente náuseas, pode perder a consciência e sentir dificuldade para gritar ou se movimentar. Se cair para 6% o indivíduo convulsiona e tem parada respiratória, minutos depois tem parada cardíaca e morre

Gestantes devem evitar a exposição ao óxido nitroso, pois é associado com o aumento da incidência de abortos em seres humanos

Primeiros-socorros:

Levar o indivíduo a um local arejado. Em caso de parada respiratória, proceder com respiração artificial ou boca-a-boca; se houver dificuldade para respirar consultar um médico imediatamente.

Em caso de queimadura com o N2O líquido, a pessoa deve aquecer a região com água morna, até 40ºC e consultar um médico

Equipamentos de Proteção Individual:

• Óculos e calçados de segurança;

• Roupas de algodão;

• Luvas de acordo com a tarefa.

Combate a incêndios:

O óxido nitroso não pega fogo, entretanto por ser um agente oxidante, acelera a combustão. Pode causar incêndio ou explosão em contato com materiais combustíveis e em presença de fontes de ignição

Em caso de incêndio, retire todo o pessoal do local. Resfrie o cilindro por 30 minutos com água em forma de neblina, protegido atrás de paredes. No caso de incidência de chamas, não se aproxime do cilindro, há risco de explosão. No caso de cilindros aquecidos, contatar os bombeiros, pois há risco de explosão, resfriar os cilindros por 24 horas, sempre protegido por EPI’s e a uma distância segura.

Controle de vazamentos:

No caso de vazamento, retirar todo o pessoal do local e interromper o vazamento, se essa medida não apresentar risco. Retirar todo material inflamável e fontes de ignição, interromper energia elétrica e desligar fontes geradoras de faíscas.

Ventile o local e leve o cilindro para um local aberto ou ventilado. 

Manuseio e Armazenamento

Manuseio:

• Manusear em locais abertos e bem ventilados;

• Evitar danos aos cilindros por pancadas mecânicas e movimentá-los sempre no carrinho adequado, sem rolar;

• Trabalhar com os cilindros sempre na posição vertical;

• Não submeter os cilindros a equipamentos energizados;

• Respeitar a pressão de trabalho dos cilindros;

• Utilizar os reguladores de pressão;

• Não utilizar em equipamentos que utilizem graxas ou óleos como lubrificantes;

• Sempre utilizar EPI’s

Armazenamento:

• Armazenar em locais arejados e de pouca movimentação de pessoas;

• Separar cilindros cheios dos vazios;

• Evitar danos físicos aos cilindros;

• Evitar locais úmidos;

• Evitar fontes de calor;

• Não permitir que a temperatura ambiente passe de 52 °C;

• Os cilindros devem ser enchidos em locais adequados e por pessoas qualificadas;

• Devem ser transportados em veículos adequados, sempre na posição vertical, nunca em porta-malas de veículos.

• Armazenar cilindros de Óxido nitroso a uma distância mínima de 6,0 metros de materiais inflamáveis;

• Armazenar em local arejado e longe de combustíveis;

• Evitar fontes de calor próximas ao local de armazenagem;

Aplicações

O Óxido Nitroso Medicinal é utilizado como gás anestésico durante processos cirúrgicos. Em conjunto com o Acetileno Absorção Atômica, o Óxido Nitroso Absorção Atômica é utilizado como gás comburente. Usado para a produção instantânea de creme chantilly e como propelente de “sprays”. Usado também na detecção de vazamentos através de Infravermelho.