hidrogenio.jpg

Hidrogênio (H)

Especificações técnicas

Nº ONU: 1049

hidrogenio.jpg

Dados Técnicos do Produto

Propriedades:

Gás incolor, inodoro, altamente inflamável, comprimido a altas pressões. Vazamentos de alta pressão frequentemente inflamam espontaneamente, produzindo uma chama incolor. O Hidrogênio tem um peso molecular muito baixo, por isso tende a subir e se acumular no teto, devendo ser manuseado sempre em local bem ventilado.

Peso molecular: 2,016 g/mol

Densidade relativa: 0,0696 (ar=1) a 21 °C

Temperatura crítica: -240,2 °C

Pressão Crítica: 13,23 kgf/cm2abs.

Volume específico: 11,97 m3/kg

Ponto de ebulição: -252,8 °C

Ponto de congelamento: -259,2 °C

Características:

Risco principal: fogo e alta pressão.

Toxidez: simples asfixiante

Potencial de inflamabilidade: inflamável entre as concentrações de 4,0% a 75%.

Odor: inodoro

Efeitos:

• Exposições a níveis toleráveis, mesmo que rotineiras, não causam efeitos nocivos;

• Não carcinogênico;

• Desloca o oxigênio do ar em locais confinados;

• Não causa efeitos nocivos a seres vivos terrestres e aquáticos.

• É inflamável. 

Exposições e primeiros-socorros

Características de risco

O Hidrogênio desloca o oxigênio do ar, que está em sua concentração no ar atmosférico de 20,95%. O aumento da concentração do Hidrogênio em um ambiente, provoca a queda da concentração de oxigênio. Se essa queda chegar a 16% ou menos, pode causar distúrbios da coordenação motora e acelerar o pulso e a freqüência respiratória. Ao chegar a 14% o indivíduo sente-se cansado, com dificuldade para respirar e tontura. Com 10% sente náuseas, pode perder a consciência e sentir dificuldade para gritar ou se movimentar. Se cair para 6% o indivíduo convulsiona e tem parada respiratória, minutos depois tem parada cardíaca e morre.

Primeiros-socorros:

Levar o indivíduo a um local arejado. Em caso de parada respiratória, proceder com respiração artificial ou boca-a-boca; consultar um médico, se houver dificuldade para respirar, fazê-lo imediatamente.

Se houver contato com os olhos, lavar abundantemente com água e retirar lentes de contato, se for o caso. Consultar um médico.

Equipamentos de Proteção Individual:

• Óculos e calçados de segurança;

• Roupas de algodão;

• Luvas de acordo com a tarefa.

Combate a incêndios:

Em caso de incêndio, retire todo o pessoal do local. Resfrie o cilindro por 30 minuto, protegido atrás de paredes. No caso de incidência de chamas, não se aproxime do cilindro, há risco de explosão. No caso de cilindros aquecidos, contatar os bombeiros, pois há risco de explosão, resfriar os cilindros por 24 horas, sempre protegido por EPI’s e a uma distância segura. ara combater o incêndio utilize CO2, pó químico ou, em último caso, água.

Controle de vazamentos:

No caso de vazamento, retirar todo o pessoal do local e interromper o vazamento, se essa medida não apresentar risco.

Deve-se retirar do local materiais inflamáveis e fontes de ignição, interromper a energia elétrica e desligar fontes geradoras de faíscas.

Manuseio e Armazenamento

Manuseio

• Manusear em locais abertos e bem ventilados;

• Ao manusear o produto, não comer, beber, fumar ou usar aparelhos eletrônicos;

• Nunca tentar desentupir bicos, válvulas, tubulações e conexões com a boca;

• Evitar danos aos cilindros por pancadas mecânicas e movimentá-los sempre no carrinho adequado, sem rolar;

• Trabalhar com os cilindros sempre na posição vertical;

• Não submeter os cilindros a equipamentos energizados;

• Respeitar a pressão de trabalho dos cilindros;

• Utilizar os reguladores de pressão;

• Utilizar válvula de retenção para impedir que o gás retorne ao cilindro;

• Utilizar no maçarico somente válvulas unidirecionais para evitar formação de misturas explosivas;

• Utilizar válvulas corta-chamas para evitar o retorno da chama para o cilindro;

• Não manusear cilindros danificados;

• Sempre utilizar EPI´s.

Armazenamento

• Armazenar em locais arejados, longe de combustíveis, fontes de calor e de pouca movimentação de pessoas;

• Não armazenar próximo de alimentos, inclusive de animais;

• Separar cilindros cheios dos vazios;

• Evitar danos físicos aos cilindros;

• Evitar locais úmidos pois em contato com a umidade o gás se torna corrosivo;

• Evitar fontes de calor;

• Não permitir que a temperatura ambiente passe de 52 °C;

• Os cilindros devem ser cheios em locais adequados e por pessoas qualificadas;

• Devem ser transportados em veículos adequados, sempre na posição vertical, nunca em porta-malas de veículos. 

Aplicações

Empregado como gás redutor em processos metalúrgicos e cerâmicos, misturas para solda, em tratamento de metais e hidrogenação de gorduras vegetais (margarina). Como gás de arraste e / ou queima, em cromatografia gasosa.

Componente principal na fabricação de produtos químicos, especialmente amônia (NH3) e metanol (CH3OH). É usado em grandes quantidades nas refinarias para produção de gasolina e lubrificantes, na indústria de fertilizantes, no processo de fabricação de vidros.Também é utilizado como célula combustível para gerar potência elétrica e está sendo estudado de modo a movimentar veículos. As células combustíveis não poluem o ambiente e são uma boa alternativa para substituir o óleo combustível. Pode ser utilizado na produção de sabão, margarina e manteiga de amendoim, como combustível para foguetes e, na indústria farmacêutica, para produção de vitaminas e cosméticos.